Diário da Região

09/10/2019 - 14h46min

ARIRANHA

Professor é investigado por assédio a aluna de 12 anos

Caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Ariranha e foi denunciado pela mãe da adolescente

A Polícia Civil de Ariranha investiga um professor de 52 anos de uma escola da cidade por assédio a uma aluna de 12 anos. O caso foi registrado após a mãe da adolescente encontrar mensagens de conteúdo sexual enviadas pelo docente à menina. Um boletim de ocorrência foi registrado no final de semana na Central de Flagrantes de Catanduva, e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Ariranha.

De acordo com o delegado Gilberto César Costa, responsável pelo caso, a mãe da adolescente que está no 7° ano de uma escola estadual de Ariranha disse que pegou o celular da filha no final de semana e constatou as mensagens de conteúdo sexual enviadas pelo professor à menina. "Tinham áudios e mensagens de textos. Eram mensagens para ter encontro", contou o delegado.

Após constatar as mensagens, a mãe foi até a Central de Flagrantes de Catanduva, onde registrou um boletim de ocorrência por assédio contra o professor. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Ariranha. "A mãe descobriu no domingo. Foi instaurado um inquérito para apurar o fato, talvez há um outro crime por trás desse episódio que queremos saber", falou o delegado.

O Diário teve acesso a alguns dos áudios enviados pelo suspeito a menina de 12 anos. Em um deles, ele pede para que a garota não comente nada para ninguém sobre as mensagens enviadas. "Eu sei meu amorzinho, mas a gente tem que disfarçar um pouquinho, senão vai dar muita bandeira. Você quer que eu vá preso, não posso. Eu tenho maior vontade. A gente tem que ter cuidado, não pode vazar essas informações de jeito nenhum. E eu quero ver pessoalmente sim, estou louquinho". Em outro áudio, o professor pede fotos à adolescente de 12 anos. "Quer ouvir as besteirinhas, quer? Me manda fotos, gostosa".

Por meio de nota, a Diretoria Regional de Ensino de Catanduva disse que tomou todas as providências necessárias. "O professor já foi afastado das atividades em sala de aula e uma apuração preliminar foi aberta. Se comprovada as denúncias, serão aplicadas as penalidades pertinentes. A administração regional está à disposição dos pais e responsáveis pelos alunos e colabora com a polícia", diz a nota.

O caso segue sendo investigado pela Polícia Civil. "Ainda estamos reunindo provas para depois ouvir ele", ressaltou o delegado. Em entrevista na manhã desta quarta-feira, dia 9, o delegado não informou se foi feito ou não um exame de corpo de delito na menina de 12 anos.

(Colaborou Luciano Ramos)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Diário da Região

Esperamos que você tenha aproveitado as matérias gratuitas!
Você atingiu o limite de reportagens neste mês.

Continue muito bem informado, seja nosso assinante e tenha acesso ilimitado a todo conteúdo produzido pelo Diário da Região

Assinatura Digital por apenas R$ 1,00*

Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00
Diário da Região
Continue lendo nosso conteúdo gratuitamente Preencha os campos abaixo e
ganhe + matérias!
Tenha acesso ilimitado para todos os produtos do Diário da Região
Diário da Região Digital
por apenas R$ 1,00*
*Nos três primeiros meses. Após o período R$ 19,00

Já é Assinante?

LOGAR
Faça Seu Login
Informe o e-mail e senha para acessar o Diário da Região.
Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para acessar o Diário da Região.