Diário da Região

28/04/2019 - 00h30min

EM RIO PRETO

Instalação de semáforos interdita avenidas

Melhorias estão sendo feitas onde vão funcionar os corredores de ônibus

Três pontos serão parcialmente interditados na próxima semana em Rio Preto para instalação de 22 semáforos. A interrupção do fluxo será entre 9h e 17h e a intervenção faz parte das obras dos corredores de ônibus. O fluxo de veículos será restrito e o trânsito será controlado pela Guarda Civil Municipal (GCM).

A primeira interdição acontece nesta segunda-feira, 29, no cruzamento da avenida João Ribeiro Seixas com a avenida dos Estudantes, onde serão instalados quatro semáforos veiculares.

A segunda intervenção será no dia 30, terça-feira, no cruzamento das avenidas Mirassolândia e Antônio Antunes Júnior (Linhão), onde serão alocados oito semáforos de pedestres e quatro veiculares.

A última intervenção está prevista para o dia 1º de maio, no cruzamento da avenida Ernani Pires Domingues com as ruas João Mesquita e Aparecida do Taboado. Serão instalados quatro semáforos de pedestres e dois veiculares.

A orientação é que os motoristas evitem passar pelos locais das interdições. "A gente sempre pede para o pessoal, se possível, procurar caminhos alternativos porque não tem como não causar congestionamento, porque fecha parte da via para fazer as instalações, consequentemente afunila e acaba causando algum transtorno", pontua Amaury Hernandes, secretário de Trânsito, Transportes e Segurança.

No total, serão nove corredores exclusivos para ônibus em Rio Preto, com 42 metros de extensão. O único que está em total funcionamento é o da avenida Alberto Andaló, inclusive com multas para motoristas que desrespeitem a sinalização. "Estamos finalizando essas colocações de semáforos, que fazem parte do pacote de Mobilidade Urbana", diz Amaury Hernandes.

A previsão é que as obras dos corredores sejam concluídas em agosto. Os trechos serão entregues conforme ficarem prontos e o último a ser concluído deve ser o da avenida Bady Bassitt, onde está sendo feita uma ciclovia. No total, a obra deve sair por R$ 64,9 milhões.

Conforme o Diário já publicou, a obra está atrasada e mais cara. O projeto estava orçado inicialmente em R$ 53,7 milhões. A primeira previsão era de entrega em março de 2017.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso