Diário da Região

09/02/2019 - 00h30min

Fitness

2019 é o ano da tecnologia nos esportes

Roupas que regulam temperatura corporal, relógios que medem batimentos cardíacos e até cordas que contabilizam os saltos: confira tendências fitness apontadas para 2019

Freepik/Divulgação Acessórios eletrônicos ajudam a melhorar a performance das atividades físicas
Acessórios eletrônicos ajudam a melhorar a performance das atividades físicas

O Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM, na sigla em inglês) divulgou as 20 tendências fitness que vão bombar nesse ano. No topo da lista, aparece a tecnologia, incluindo relógios inteligentes, monitores de frequência cardíaca e dispositivos de rastreamento GPS. De acordo com o órgão, quem não sai de casa sem um desses equipamentos não está sozinho, já que mais consumidores e profissionais de saúde e fitness estão usando a tecnologia para monitorar a frequência cardíaca e coletar outras medidas diárias de saúde. As tendências fitness foram apontadas por mais de 2 mil profissionais da área e de saúde pesquisados pelo ACSM na 13ª edição da pesquisa, que forneceu aos especialistas 39 tendências para escolha. 

"A tecnologia é indispensável em nossas vidas diárias, e a tecnologia vestível pode ser uma ferramenta inestimável para aqueles que procuram obter e permanecer fisicamente ativos", disse Walter R. Thompson, Ph.D., o principal autor da pesquisa. "Podemos monitorar facilmente a frequência cardíaca, contar etapas, rastrear calorias e criar planos. Os dados coletados por tecnologia vestível podem ser usados para informar o usuário e sua equipe de saúde sobre importantes indicadores diários de saúde, como atividade física, e encoraja escolhas de estilo de vida mais saudáveis."

Para Valter Mariano dos Santos Junior, professor do curso de Educação Física da Unifev, mestre em exercício físico na promoção da saúde e doutorando em ciências fisiológicas, as tecnologias têm sido usadas não só pelos esportistas, mas também pelos profissionais que prescrevem os itens para monitorar o rendimento e resultados obtidos pelos seus clientes. Em sua avaliação, a tecnologia chegou para ficar e a escolha de cada uma deve ser feita com as necessidades e objetivos do praticamente. "A procura por essas tecnologias vem crescendo pelo fato da quantidade de informações geradas num curto espaço de tempo, o que chama a atenção do praticante, já os profissionais de Educação Física conseguem otimizar o tempo gasto durante a avaliações e montagem dos treinamentos."

O professor ressalta: a existência dos dispositivos não dispensa a presença de um profissional da Educação Física. Segundo ele, não adianta ter o melhor sistema de monitoramento e saber usá-lo sem antes conhecer seus limites de segurança. "Bem como saber ao certo qual a melhor zona de intensidade adequada para garantir os resultados almejados, e essas informações dependem de uma avaliação detalhada de desempenho, que deve ser realizada por este profissional." Exames médicos também são importantes e devem ser realizados com frequência. 

Para Valter, a tecnologia pode funcionar como um estímulo positivo. "Fazendo com que mais pessoas se sintam seguras na hora de praticar o exercício físico", pontua. Não dá, no entanto, para colocar um dispositivo no corpo e treinar de qualquer forma. "Por exemplo, o indivíduo sedentário que inicia um programa de exercício físico não deve treinar com intensidades muito altas durante o período de adaptação (quatro primeiras semanas). O aumento deve ocorrer de forma gradativa", orienta o professor. 

Destaques para 2019

Treinamento em grupo: Os instrutores de exercícios em grupo ensinam, lideram e motivam os indivíduos por meio de aulas de movimento em grupo com mais de cinco pessoas, intencionalmente planejadas (com mais de cinco participantes). Os programas do grupo são projetados para serem motivacionais e eficazes para pessoas em diferentes níveis de condicionamento físico, com instrutores usando técnicas de liderança que ajudam as pessoas a atingirem metas de condicionamento físico.

Treinamento de intervalo de alta intensidade (HIIT): O HIIT envolve curtos períodos de atividade seguidos por um curto período de descanso ou recuperação. Apesar das preocupações expressas por alguns profissionais de fitness, estas sessões de 30 minutos ou menos continuam a ser uma forma popular de exercício em todo o mundo.

Programas de fitness para adultos mais velhos: Muitos profissionais de saúde e fitness estão dedicando tempo para criar programas adequados à terceira idade, a fim de manter os idosos saudáveis e ativos.

Treinamento de peso corporal: O treinamento de peso corporal utiliza equipamentos mínimos, tornando-o mais acessível. Não se limitando a apenas flexões e pull-ups, esta tendência permite que as pessoas voltem "ao básico" com fitness.

Contratar profissionais qualificados: Contratar profissionais de saúde / fitness certificados através de programas credenciados é mais importante do que nunca. A ACSM é uma das maiores e mais prestigiadas organizações de certificação de fitness do mundo.

Ioga: Baseado na tradição antiga, o ioga utiliza uma série de posturas corporais específicas praticadas para a saúde e o relaxamento. Isso inclui Power Yoga, Yogalates, Bikram, Ashtanga, Vinyasa, Kripalu, Kundalini, Sivananda e outros.

Treinamento Pessoal: Com a crescente ênfase no aumento da atividade física, mais pessoas estão se preparando para carreiras em campos de saúde aliados, como treinamento pessoal. Educação, treinamento e credenciamento adequado para personal trainers permanecem importantes para as instalações de saúde e fitness que os empregam.

Treinamento de Fitness Funcional: Esta tendência se concentra no treinamento de força para melhorar o equilíbrio e a facilidade da vida diária. A aptidão funcional e programas especiais de fitness para adultos mais velhos estão intimamente relacionados.

O exercício é o Medicine®: Esta iniciativa global de saúde do ACSM incentiva os prestadores de cuidados de saúde a incluírem a avaliação da atividade física e os encaminhamentos associados aos profissionais de fitness certificados na comunidade como parte de cada visita do paciente. V&A


Fonte - Colégio Americano de Medicina do Esporte (ACSM, na sigla em inglês)

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso