Diário da Região

    • -
    • máx min
15/07/2018 - 00h00min

CARREIRA

Especialista dá dicas de como 'turbinar' o seu currículo

Buscar novos conhecimentos e se aperfeiçoar aumenta as possibilidades de conseguir um emprego

Divulgação Maria Helena, em frente a Universidade da Catalunha
Maria Helena, em frente a Universidade da Catalunha

O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo. Se diferenciar entre os candidatos não é uma tarefa fácil, para isso é preciso sempre se qualificar. O mês de julho é uma época propícia para os jovens buscarem conhecimentos, por causa das férias universitárias. "Para os entrevistadores, quando você recicla seu currículo você está dando uma atenção especial a carreira, mantendo-se atualizado diante ao mercado e podendo trazer novidades e inovação para a empresa", diz a consultora de recursos humanos da Triarh, Ana Martinez.

Segundo Ana, as empresas buscam por profissionais que tenham foco e entregam resultados. "Sempre é muito importante ter um currículo objetivo e demonstrar na entrevista comprometimento, pró-atividade e iniciativa. Essas são características iniciais perceptíveis que farão a diferença para a empresa contratante", alerta.

Férias úteis

Investir em cursos de curta duração é uma ótima opção para quem quer tornar as férias produtiva e, o melhor, nem precisa mexer no orçamento, já que muitos desses cursos são de graça. "Todo conhecimento é muito válido e muitas instituições sérias disponibilizam cursos gratuitos e com certificado", orienta a consultora que continua: "Para a empresa que está contratando não importa se o curso é gratuito ou não, se é presencial ou não, o que é avaliado é o quanto o profissional está realmente preocupado com seu autodesenvolvimento e o desenvolvimento da sua carreira", frisa.

Buscar novos conhecimentos e se aperfeiçoar faz com que aumentem as possibilidades de conseguir um emprego e iniciar a vida profissional mais preparado.

Cursos de línguas, informática, pacote office, habilidades com excel e powerpoint são diferenciais. Se você já tem o básico, busque por uma versão avançada, mesmo que a vaga em aberto não exija, o importante é investir em seu desenvolvimento pessoal.

Outra opção, para quem está disposto a desembolsar um valor mais alto, são os intercâmbios, que duram cerca de 20 dias. "Para muitos universitários, as férias de julho, além de um período de descanso, é a época perfeita para dar aquela turbinada no currículo. Alguns deles, inclusive, buscam experiências que não só agregam valores na hora de arrumar um emprego, mas também os ajudam a evoluir como seres humanos", diz Eric Faria, cofundador da Worldpackers, plataforma que conecta anfitriões e viajantes interessados em trocar habilidades por acomodação.

Segundo Faria, durante a faculdade, o jovem busca acumular grande parte da experiência que aplicará na sua vida profissional, e as viagens são uma das melhores maneiras de conhecer e se conectar com novas culturas. Por isso, a Worldpackers realiza o Turismo de Propósito, que visa, por meio da troca de experiências, promover o desenvolvimento pessoal das pessoas, muito importantes para a carreira profissional. "Essa experiência nos ajuda a crescer, amadurecer, aumentar nossas perspectivas do mundo e a encontrar o nosso propósito, aspectos fundamentais nos bons profissionais de hoje", comenta.

Vivendo um sonho

A arquiteta, recém-formada, Maria Helena Naime Thome de Vasconcelos, 24 anos, depois de muito pesquisar e conversar com sua orientadora de curso Delcimar Teodozio, optou por uma breve especialização no exterior. "Pesquisei sobre alguns cursos rápidos e vi que em Barcelona, na Universidade da Catalunha, tinha um sobre urbanismo sustentável, que é a área que quero seguir", conta.

Há 20 dias Maria Helena, que nunca tinha ido para o exterior, embarcou para Europa determina a aprender e explorar cada canto da cidade do arquiteto Antoni Gaudí. "Nunca tinha viajado para o exterior e isso gerou medo, mas depois da primeira aula e das visitas guiadas tudo passou. É deslumbrante poder estudar, conhecer e vivenciar esse universo. Tô apaixonada e encantada por tudo. Tô aprendendo sobre arquitetura e urbanismo, ando quase que o dia todo a pé, para aprender sobre as vias e as obras. Uso transporte público para entender como funciona a cidade. Tudo é aprendizado", diz.

Segundo a arquiteta a experiência tá valendo muito a pena. "Está sendo enriquecedor a parte cultural. Estou ampliando meus conhecimentos. Uma coisa é você só estudar a outra é você estudar e conhecer pessoalmente. Quando voltar ao Brasil já tenho um projeto para dar andamento. É possível levar muita coisa da Europa e aplicar em nosso país", declara.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso